Você sempre valerá pouco para quem não te merece

Em muitos relacionamentos observamos a falta de diálogos, respeito, fidelidade e reciprocidade. Em que o outro não valoriza seus esforços, não vibra com as suas conquistas e por mais que você faça nunca será o bom o suficiente.

Essas características, são infelizmente, a realidade de muitos casais. Onde as pessoas insistem em viverem histórias que já chegaram ao fim, mas por medo da solidão, se sujeitam permanecer em relacionamentos já falidos. Estar só em um relacionamento é muito mais cruel do que estar só de fato.

O fato é as pessoas têm medo da solidão e acreditam que é melhor estar mal acompanhado do que só. No entanto, a solidão nunca foi e não será ruim, pois é na solidão que temos a oportunidade de descobrirmos quem somos e o que queremos para nossa vida, desvinculando assim a nossa felicidade à outra pessoa assumindo o controle das nossas escolhas.

Quando o desgaste faz parte do relacionamento o respeito não é recíproco e a alma permanece vazia, mesmo você estando acompanhado fisicamente. E de nada adianta amar e não ser amado.

Em alguns momentos da vida as pessoas se sujeitam a permanecer em relacionamentos em que para o outro você sempre valerá pouco, pois não te merece. É necessário antes de você pedir fidelidade, você deve ser fiel a você mesmo, não sendo negligente com a sua própria felicidade e sonhos. E se você não gosta de rejeição, não se rejeite primeiro.

Pode ser que demore para você perceber que está vivendo em uma história em que você estar amando por dois, onde você vive traindo seus valores e princípios, onde a sua dedicação é em vão. Em que você vive fazendo uma projeção no outro em que irá mudar, deslumbrando uma perfeição que nunca irá existir. Quando a realidade lhe aparecer a frente não se frustre, liberte-se, siga em frente.

As pessoas dão sinais de que não merecem nossos sentimentos, nós que, muitas vezes, recusamos entender. Pare de acreditar em contos de fadas e escreva você a sua história. Lembre-se, você que irá validar o seu valor, pois você sempre irá valer pouco para quem não te merece.

 

Kênia Ramos

Psicóloga CRP 01/13752

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *